LIVE NO INSTAGRAM

LIVE NO INSTAGRAM

domingo, 30 de junho de 2019

FIBROMIALGIA

Fibromialgia é uma doença ou síndrome(conjunto de sintomas) caracterizada por dor crônica difusa, inespecífica, complexa e associada à fadiga, cansaço, alterações do sono, falta de concentração e em 20% dos casos  podem ocorrer ansiedade e depressão!

Mais comum nas mulheres que nos homens, numa proporção de 8:3 em 10 pessoas entre 30 e 50 anos.

Sem causa específica, porém há forte fator genético além de traumas físicos ou psíquicos, sedentarismo e doenças autoimunes.

As dores começam num ponto específico e se espalham de forma generalizada e crônica para todo sistema musculoesquelético: coluna, cotovelos, nádegas, bacia e joelhos.

O diagnóstico é essencialmente clínico, porém demorado porque os sintomas podem estar presentes em diversas outras doenças, sendo o reumatologista o profissional mais indica para tal diagnóstico.

Sem tratamento específico, o que se busca é minimizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente através de fisioterapia, RPG, acupuntura, dieta balanceada e combate ao estresse.

Medicamentos antidepressivos, antiepilépticos de ação analgésica e relaxantes musculares dependem de caso para caso e somente um médico pode dizer qual é a droga mais indicada.

Para isso procure sempre a orientação de um especialista!!!

Dr. Edinaldo Almeida – Cirurgião Plástico

ALEXANDRIENSE PASSA A INTEGRAR O CORPO EDITORIAL DO ADVANCED ELECTROMAGNETICS JOURNAL

Nosso conterrâneo Robson Hebraico Cipriano passa a integrar,  como editor associado,  o corpo editorial do Advanced Electromagnetics Journal, um dos mais importantes periódicos na área de Eletromagnetismo Avançado.

O convite partiu do Profº  Xavier Begaud, professor na Telecom Paris Tech (Paris-França).

Robson é filho do casal amigo Gilberto Cipriano/Maria Rita.

Atualmente é Professor da Universidade Estadual da Bahia (Departamento de Ciência e Tecnologia).

NOVOS OLHARES ... Paulo Vitor

Sempre tem um pôr-do-sol esperando para ser visto.
.

É FIM DE MÊS ... A Hodiernidade de Raul Santos Seixas


É fim do mês, é fim do mês,
Do fim do mês, já sô freguês é fim do mês,
É fim do mês, é fim do
Mês!

Eu já paguei a conta do meu telefone,
Eu já paguei por eu falar e já paguei por eu ouvir.
Eu já paguei a luz, o gás, o apartamento
Kitnet de um quarto que eu comprei a prestação
Pela caixa federal, au, au, au,
Eu não sou cachorro não (não, não, não)!
Eu liquidei a prestação do paletó,
Do meu sapato, da camisa
Que eu comprei pra domingar com o meu amor
Lá no cristo redentor,
Ela gostou (oh!) e mergulhou (oh!)
E o fim de mês vem outra vez!

Eu já paguei o peg-pag, meu pecado,
Mais a conta do rosário
Que eu comprei pra mim rezar ave maria.
Eu também sou filho de Deus
Se eu não rezar eu não vou pro céu,
Céu, céu, céu.
Já fui pantera, já fui hippie, beatnik,
Tinha o símbolo da paz pendurado no pescoço
Porque nego disse a mim
Que era o caminho da salvação.
Já fui católico, budista, protestante,
Tenho livros na estante, todos tem explicação.
Mas não achei! eu procurei!
Pra você ver que procurei,
Eu procurei fumar cigarro hollywood,
Que a televisão me diz que é o cigarro do sucesso.
Eu sou sucesso! eu sou sucesso!
No posto esso encho o tanque do meu carro
Bebo em troca meu cafezinho, cortesia da matriz.
"there's a tiger no chassis"...
Do fim do mês,
Do fim de mês,
Do fim de mês eu já sou freguês!
Eu já paguei o meu pecado na capela
Sob a luz de sete velas
Que eu comprei pro meu senhor
Do bonfim, olhai por mim!
Tô terminando a prestação do meu buraco, do
Meu lugar no cemitério pra não me preocupar
De não mais ter onde morrer.
Ainda bem que no mês que vem,
Posso morrer, já tenho o meu tumbão,
O meu tumbão!

Eu consultei
E acreditei no velho papo do tal psiquiatra
Que te ensina como é você vive alegremente,
Acomodado e conformado de pagar tudo calado,
Sem bancar o empregado sem jamais se aborrecer...
(ele só que, só pensa em analisar,
Na profissão seu dever é adaptar,
Ele só que só pensa em adaptar,
Na profissão seu dever é adaptar)
Eu já paguei a prestação da geladeira,
Do açougue fedorento que me vende carne podre
Que eu tenho que comer,
Que engolir sem vomitar,
Quando às vezes desconfio
Se é gato, jegue ou mula
Aquele talho de acém
Que eu comprei pra minha patroa
Pra ela não me apoquentar,

E o fim de mês vem outra vez...

sábado, 29 de junho de 2019

ALGUÉM SE LEMBRA DESSA CASA? Por Napoleão de Paiva

Segue suspensa no ar, envolta num silêncio espesso, em meio à memórias cada dia mais distantes.

Falta-lhe o rumor de vozes de outros tempos, o entrar e sair de tantos, dos filhos crianças, logo adolescentes, depois adultos, dos que sob ela envelheceram, o amor que era a cor do casal, o som do sino de cobre que encimava uma haste de metal a partir do seu portão de ferro.

Ali os clientes chegavam, balançavam-no,  e assim despertavam o Dr de sua sesta, sono leve pós almoço, ou dos véus mais fundos da madrugada plena.

No pilar direito do portão, uma placa de cobre com letras pretas em baixo relevo confirmava o nome do seu ilustre proprietário, que podia, também, àquelas horas estar lendo algum livro do seu autor predileto, Humberto de Campos:

Dr. Antônio Fernandes Mousinho
                  Médico

ATENÇÃO ALEXANDRIA E REGIÃO

A Autoescola Rei Salomão informa aos alexandrienses e região que em breve dará início a uma nova turma para obtenção da primeira habilitação.

Os interessados devem dirigirem- se primeiramente ao DETRAN para dar entrada no processo e realizar os exames psicotécnico e clínico que serão realizados nos dias 4 de Julho (exame psicotécnico) e 18 de Julho (exame clínico).

Maiores informações procurar a Autoescola ou entrar em contato pelos telefones: 
(84) 3381-2725. 
(84) 9.9663-3041.
(84) 9.9867-2222.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

ARRAIÁ DA ESTAÇÃO

Prefeitura de Alexandria, via Secretaria Municipal de Cultura, e o com apoio dos Amigos de Alexandria, realizará dia 29 de Junho o Arraiá da Estação.

O evento acontecerá a partir das 19:00 horas. Na ocasião, teremos  apresentações de quadrilhas juninas, barraca com comidas típicas e muito forró.

Reúna sua família e participe!

EM CAMPANHA, DR. EDUARDO ROCHA VISITA COLEGAS ADVOGADOS EM ALEXANDRIA

 ALEXANDRIA/RN - Sob os auspícios de Dra. Conceição Sarmento, esteve em visita de campanha à Alexandria, o Dr. Eduardo Rocha. O nobre Advogado é candidato a Desembargador do TRT/RN e veio pedir o apoio dos colegas alexandrienses.
 Dr. Eduardo conta em seu currículo mais de 35 anos de militância na advocacia trabalhista e quase 4 mil processos na Justiça do Trabalho. Já ocupou o posto de conselheiro da OAB/RN.







FECHA MÊS NA REUNIDAS HOME CENTER EM CATOLÉ DO ROCHA





DR. EDUARDO ROCHA , CANDIDATO A DESEMBARGADOR DO TRT-RN 2019 FALOU CONOSCO

                 

quinta-feira, 27 de junho de 2019

GOVERNO DEFINE CALENDÁRIO DE PAGAMENTO ATÉ SETEMBRO


O Governo do Estado anunciou o calendário de pagamento dos servidores estaduais para os próximos três meses. As datas foram divulgadas, nesta quarta-feira (27), durante reunião da governadora Fátima Bezerra, acompanhada do vice-governador Antenor Roberto e da equipe econômica do Estado, com o Fórum dos Servidores.

Ficou estabelecido que no dia 15 dos meses de julho e agosto, e no dia 16 de setembro, será pago o salário integral a quem ganha até R$ 3 mil bruto e aos servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública e uma parcela de 30% do salário de quem recebe acima de R$ 3 mil. No dia 30 de cada um dos três meses, será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 3 mil e dos servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e da Educação.

"Estamos mantendo nosso compromisso, firmado desde o início da gestão, de pagar o salário dentro do mês trabalhado”, destacou Fátima.

Amanhã (28), o Governo quita uma das folhas em atraso, a do décimo terceiro de 2017. “Estamos fazendo o que é possível para o Estado. Julho, agosto e setembro são meses de queda na arrecadação, principalmente do Fundo de Participação dos Estados”, disse o chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. Ele acrescentou ainda que, dada a baixa na arrecadação, os salários serão pagos dentro do mês com os recursos provenientes dos royalties.

Consignados
Na segunda quinzena de julho vai ser retomado o crédito consignado – empréstimo feito pela rede bancária com juros mais em conta – com taxa de 1,79% ao mês e carência de seis meses. Por enquanto isso só será possível pelo Banco do Brasil.

 CALENDÁRIO

JULHO
Dia 15
Pagamento integral de quem ganha até R$ 3 mil brutos;
Pagamento de todo o pessoal da Segurança Pública
Parcela de 30% de quem acima de R$ 3 mil

Dia 30
70% de quem ganha acima de R$ 3 mil
Pagamento integral dos servidores de órgãos de arrecadação própria e da Educação

AGOSTO
Dia 15
Pagamento integral de quem ganha até R$ 3 mil brutos;
Todo o pessoal da Segurança Pública
Parcela de 30% de quem acima de R$ 3 mil

Dia 30
Restante de quem ganha acima de R$ 3 mil
Pagamento integral dos servidores de órgãos de arrecadação própria e da Educação

SETEMBRO
Dia 16
Pagamento integral de quem ganha até R$ 3 mil brutos;
Todo o pessoal da Segurança Pública
Parcela de 30% de quem acima de R$ 3 mil

Dia 30
Restante de quem ganha acima de R$ 3 mil
Pagamento integral dos servidores de órgãos de arrecadação própria e da Educação


FECHA MÊS NA REUNIDAS EM CATOLÉ DO ROCHA






SENADO APROVA PACOTE ANTICORRUPÇÃO COM PUNIÇÃO PARA ABUSO DE AUTORIDADE

DEU NO G1

Senado aprovou nesta quarta-feira (26) o projeto que estabelece um pacote de medidas anticorrupção no qual foi incluída a punição para juízes e integrantes do Ministério Público que cometerem abuso de autoridade.


O projeto foi aprovado pela Câmara em 2016 e como sofreu alterações no Senado terá de ser reanalisado pelos deputados.

A proposta tem origem em um texto de iniciativa popular apresentado em 2015 e defendido pelo Ministério Público, conhecido como o projeto das 10 medidas contra a corrupção.

O pacote recebeu mais de 2 milhões de assinaturas de apoio. Quando passou pela Câmara, foi alterado por deputados. À época, as mudanças foram alvo de críticas, e a Câmara foi acusada de desfigurar o projeto.

Desde 2017, o texto estava parado no Senado. Há duas semanas, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) apresentou relatório ao texto, modificando vários pontos.

Esse parecer foi aprovado mais cedo, nesta quarta, pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado e seguiu para análise do plenário.

A análise do projeto acontece três semanas depois de o The Intercept revelar mensagens atribuídas ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, e a integrantes da Lava Jato. Segundo o site, as mensagens mostram que Moro, ainda como juiz, orientou a atuação de procuradores, o que ele e o Ministério Púbico negam.

Abuso de autoridade

Pelo texto aprovado pelo Senado, o magistrado incorrerá em abuso de autoridade se:

·         proferir julgamento quando impedido por lei;
·         atuar com "evidente" motivação política;
·         expressar opinião, por qualquer meio de comunicação, no meio do processo (só poderá se manifestar por meio do voto ou decisão);
·         exercer outro cargo (ser professor está autorizado);
·         for sócio de empresas (pode ser somente acionista);
·         receber recompensa (financeira, por exemplo) por atuação em processos.
O projeto prevê que integrantes do Ministério Público cometerão abuso de autoridade se:
·         instaurarem processo sem provas e indícios suficientes;
·         recusarem a praticar sua função;
·         receberem incentivo financeiro no decorrer do processo;
·         atuarem como advogados;
·         expressarem, por qualquer meio de comunicação, "juízo de valor indevido" no meio de processo que ainda não foi concluído (o integrante do MP poderá fazer críticas nos autos, em obras técnicas ou ao dar aulas);
·         atuarem com "evidente" motivação político-partidária.
O texto também prevê punição para juízes e procuradores que violarem alguns direitos de advogados, como o de se comunicar com o cliente reservadamente.

Punições previstas

Conforme o texto aprovado pelo senado:
·         a autoridade que violar as regras estará sujeita à pena de detenção de 6 meses a 2 anos, além de multa;
·         a detenção será aplicada em condenações mais leves e não admitirá o início do cumprimento em regime fechado.
·          
Pela proposta, estará configurado o crime de abuso de autoridade quando o juiz ou o procurador atuar com a finalidade específica de prejudicar uma pessoa ou de beneficiar a si mesmo ou a terceiros, por "mero capricho ou satisfação pessoal".

O texto determina ainda que a divergência na interpretação da lei e das provas não configurará abuso. Na prática, esse item visa evitar a chamada "criminalização de hermenêutica" ou seja, da interpretação das leis.

Outros pontos

Ainda de acordo com o projeto:

·         qualquer pessoa poderá denunciar um magistrado se identificar abuso de autoridade;
·         se a pessoa não tiver documentos que comprovem o crime, precisará indicar o local onde as provas podem ser encontradas;
·         os crimes de abuso de autoridade serão processados por ação penal pública;
·         a pessoa que se sentir lesada poderá apresentar queixa subsidiária se o Ministério Público não intentar a ação pública no prazo legal (ou seja, poderá prestar queixa na Justiça se, após denunciar o abuso, o MP não apurar o caso).

Repercussão

Em uma rede social, o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, criticou o projeto, chamando a proposta de "retrocesso". Disse que a redação tem "pegadinhas" e citou o trecho sobre queixa subsidiária.

Para Dallagnol, esse ponto cria a possibilidade de o investigado "investigar e acusar o próprio investigador".

À colunista do G1 e da GloboNews Andréia Sadi, o relator Rodrigo Pacheco (DEM-MG) negou que a proposta tenha "pegadinha". Afirmou que o texto "pune excessos".

Pacote anticorrupção

No trecho referente às medidas de combate à corrupção, o projeto tipifica o crime de caixa 2 eleitoral. A prática consiste em o candidato não declarar à Justiça o recebimento de doação para a campanha.

Atualmente, não há legislação que defina esse crime. Quando um político o comete, é enquadrado em artigo do Código Eleitoral sobre falsidade ideológica, com pena de até cinco anos de reclusão.

O crime, conforme o projeto, acontecerá quando: "Arrecadar, receber ou gastar o candidato, o administrador financeiro ou quem de fato exerça essa função, ou quem atuar em nome do candidato ou partido, recursos, valores, bens ou serviços estimáveis em dinheiro, paralelamente à contabilidade exigida pela lei eleitoral".

A punição, de acordo com o projeto, será:

·         reclusão de dois a cinco anos;
·         se a fonte do dinheiro for ilegal, a pena aumentará de um a dois terços.

Corrupção como crime hediondo

O texto inclui a corrupção e outros crimes na lista dos hediondos, cujas penas são mais severas. Segundo a proposta, serão considerados crimes hediondos:

·         peculato (desvio de recursos públicos por político ou funcionário que o administra);
·         corrupção ativa (oferecer dinheiro ou bens para o político fazer algo em troca);
·         corrupção passiva (solicitar ou receber vantagem indevida);
·         corrupção ativa em transação comercial internacional;
·         inserção de dados falsos em sistema de informações;
·         concussão (exigir vantagem indevida);
·         excesso de exação qualificado pelo desvio (exigência, por funcionário público, de pagamento indevido);
·         quando a vantagem ou o prejuízo para a administração pública for igual ou superior a dez mil salários mínimos vigentes à época do fato.

Compra de votos

O projeto também criminaliza a compra de votos. O texto inclui no Código Eleitoral reclusão de um a quatro anos e multa para quem "negociar ou propor a negociação" de voto em troca de "dinheiro ou qualquer outra vantagem".


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...