segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

ARIQ RAHIMI - "A Balada do Cálamo"


Cada palavra nasce
inelutavelmente
em alguma parte
em certo tempo
de um ser vivo.
Ela carrega  em si a narrativa
a memória
o sopro
a carne
o sangue...
de um ser
de um povo
de uma civilização...
e, pois,
da humanidade.

Atiq Rahimi
autor Afegão

INAUGURAÇÃO DA 8ª DRP/Delegacia Municipal de Alexandria


BANCADA FEDERAL ASSUME COMPROMISSO DE APOIAR GOVERNO NA BUSCA POR RECURSOS EXTRAS


Em reunião com deputados federais e senadores do Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira, 21, a Governadora Fátima Bezerra obteve o compromisso para obtenção de recursos extras que dependem da autorização e liberação pelo Governo Federal.
Ao lado dos auxiliares que compõem o Comitê de Gestão e Eficiência da administração, Fátima explicou como recebeu o Estado e informou as medidas do Plano de Recuperação Fiscal - lançado no segundo dia da gestão e já em execução - e a necessidade de obtenção de recursos não previstos em orçamento.
Na ocasião, os secretários da área econômica apresentaram à bancada a situação financeira e fiscal do Estado que tem débitos de R$ 2,3 bilhões referentes aos pagamentos de servidores e fornecedores e previsão de déficit de R$ 1,8 bilhão no orçamento para 2019.
Fátima Bezerra pediu a união e o apoio das bancadas para as medidas que precisarão ser adotadas junto ao Governo Federal, como a liberação dos recursos da antecipação dos royalties do petróleo, a aprovação da repartição com Estados e municípios da cessão onerosa pela exploração de gás e petróleo, conclusão de obras como a Reta Tabajara, o complexo da Avenida Maria Lacerda e de obras de habitação e de segurança hídrica como a conclusão da barragem de Oiticica, no município de Jucurutu.
A governadora disse que o Governo “é do diálogo, aberto a críticas e sugestões” e pediu “o acesso direto, respeitoso e permanente” aos parlamentares. “Este é o meu sentimento e deve ser o dos secretários e auxiliares. Esta mesma disposição estamos tendo em relação aos poderes Judiciário e Legislativo. Queremos a bancada sempre unida em defesa do nosso Estado”, afirmou.
O deputado federal João Maia afirmou que “o governo tem consciência dos problemas e que sabe como resolver o estoque de dívidas. A bancada federal pode ajudar muito junto à União para o Estado fechar as contas do passado e equilibrar o presente”.
A deputada Natália Bonavides concordou que “a situação é dificílima e exige a união, até por que todos estamos cientes de sua gravidade”.  Rafael Motta argumentou que “o diálogo proposto pelo Governo do Estado vem de forma transparente e objetiva. A bancada pode contribuir muito para resolver os problemas em parceria com a União. O momento é de baixar as bandeiras partidárias e somarmos para o fim da crise”.
O deputado Eliéser Girão disse que “a situação financeira de hoje gera instabilidade e o caos social. Com certeza estaremos somando esforços para a superação dos problemas. Se a união da bancada não funcionou no passado, 2019 será o ano e a hora dessa união. Não tenham dúvidas que o nosso trabalho será em prol do Rio Grande do Norte”.
Beto Rosado elogiou a iniciativa de reunir a bancada e a transparência com que o Governo do Estado apresentou a situação financeira. “Estaremos unidos no apoio às iniciativas da administração. Na campanha política fomos adversários, mas agora seremos parceiros para fazer o RN melhor”.
“Nos colocamos à disposição do Governo do Estado em Brasília”, declarou Benes Leocádio ressaltando a importância da entrada de recursos extras para o equilíbrio financeiro.
O senador Jean Paul Prates, que participou da reunião ao lado da senadora eleita Zenaide Maia, disse que “a Governadora pode contar conosco. A bancada unida pode ajudar muito a administração estadual na missão de trazer receitas novas. E, além disso, podemos ajudar a criar ambiente favorável a novos investimentos e à melhoria da competitividade, que irão gerar empregos e renda”.
Ao final da reunião Fátima Bezerra convidou a bancada federal a apresentar um nome para participar do Fórum de Diálogos com a Sociedade que o Governo está instituindo. “Será uma instância de debates permanentes com representantes de todos os setores da sociedade, empresários, trabalhadores e a classe política. Agradeço a presença de todos e estou muito confiante, motivada e esperançosa. Temos um secretariado de perfil técnico e muito competente e, com o apoio da bancada que agora os senhores se comprometem teremos as condições necessárias para superar a crise, retomar o crescimento econômico e fazer o Rio Grande do Norte um Estado forte e desenvolvido”.
Ainda ficou definido que deputados federais e senadores irão assinar junto com a Governadora pedido de audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes.
Também participaram da reunião o vice-governador Antenor Roberto e integrantes do Comitê Gestor - secretários de Estado do Gabinete Civil, Raimundo Alves, da Administração, Virgínia Ferreira, da Tributação, Carlos Eduardo Xavier, controlador geral, Pedro Lopes, procurador geral, Luiz Antonio Marinho.
Styvenson, Fábio Faria e Walter Alves não participaram do encontro.


domingo, 20 de janeiro de 2019

DRA. PALOMA CAVALCANTE: ULECTOMIA E ULOTOMIA, O QUE É E QUANDO INDICAR?


Na Odontopediatria são comuns situações nas quais há impacção de elementos dentários, fato este, que pode acarretar em transtornos para a dentição em desenvolvimento. Nestas situações, após o diagnóstico e confirmação no exame radiográfico, cabe ao Cirurgião Dentista, fazer a indicação correta do procedimento cirúrgico, de acordo com o diagnóstico.

Sendo assim, os procedimentos de ulectomia/ulotomia podem ser indicados.
A ulectomia consiste na remoção do tecido gengival fibroso, mais conhecido como “capuz”, que recobre a coroa do dente permanente/decíduo não irrompido ou parcialmente irrompido.


Já a ulotomia, consiste apenas na abertura da mucosa através de uma incisão, sem remoção de tecido gengival. Ambos os procedimentos permitem a exposição do bordo incisal/oclusal do dente, facilitando a sua erupção. São procedimentos de fácil execução, realizados com anestesia local e pós-operatório favorável.

* Na imagem do post foi realizada uma ulectomia.

*Dra. Paloma Cavalcante - Cirurgiã Dentista formada pela UNP-Natal/RN, com aperfeiçoamento em endodontia pela ABO - Natal/RN e especialista em endodontia pelo CENO-Salvador/BA.


ALEXANDRIENSE EMPOSSADO NA JUSTIÇA FEDERAL DO TRABALHO - TRT 21ª REGIÃO FALA AO BLOG

O jovem alexandriense Luiz Carlos Paiva Júnior após 6 anos a serviço do Tribunal de Justiça do RN, aonde esteve, nos últimos anos, assessorando o ex Presidente Desem. Expedito Ferreira, foi empossado no cargo de Assessor da atual Presidência do TRT 21ª Região a convite do Desemb. Presidente e Corregedor Bento Herculano Duarte para o biênio 2019-2020.

Paiva Júnior conta ao blog que esse convite foi fruto do reconhecimento do seu trabalho no TJRN e que assumiu o cargo de Assessor -Diretor da Divisão de Magistrados (DIM) da Corte de Justiça Trabalhista do Estado. Informou, ainda que, a recém criada DIM é uma das propostas de melhoria institucional da atual gestão, que, dentre outras metas, se propõe a fortalecer a Justiça Trabalhista do Estado, valorizando o 1º Grau, servidores e magistrados, de modo a garantir melhor e mais célere prestação jurisdicional. 

Falando sobre a referida Justiça, Paiva Jr nos informou que a Justiça Trabalhista existe há mais de 70 anos no Brasil e vem, com êxito, promovendo a pacificação social entre os interesses dos trabalhadores e das empresas/empresários, sendo uma Justiça que possui um papel fundamental na sociedade moderna, sobretudo com a preocupação de erradicar o trabalho escravo e infantil e de garantir a responsabilização pelos acidentes trabalhistas (mais de 1.500 casos por dia no Brasil em 2017).

Comentou ainda que, atualmente, é o ramo do Poder Judiciário mais célere e eficaz no cumprimento de suas funções constitucionais e que a magistratura do trabalho esta plenamente capacitada para atender à sociedade, diante das mudanças da reforma trabalhista.

Por fim, o Assessor se colocou a disposição dos cidadãos/jurisdicionados e demonstrou sua preocupação em colaborar para o crescimento da Corte, informando que nas proximidades de Alexandria existem as Varas do Trabalho nas cidades de Pau dos Ferros, Caicó e Mossoró.  

sábado, 19 de janeiro de 2019

REJANE ANDRADE - 05 ANOS DE SAUDADES


POETISA ALZIRA CARLOS NA ALAM

MARTINS/RN - A poetisa Alzira Carlos participou na noite de ontem (18) de Sessão Solene da ALAM (Academia de Letras e Artes de Martins). Na ocasião a poetisa, que é membro da academia, fez uma apresentação de seus cordéis.

Alzira, que é natural de Martins/RN,  faz parte da academia como cordelista, sócia fundadora  e ocupa a cadeira de nº 09.

UERN DEIXOU DE RECEBER R$ 8 MILHÕES POR ADESÃO AO SISU, AFIRMA REITOR PEDRO FERNANDES

DE FATO

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) chega em 2019 aos seis anos de adesão ao Sistema de Seleção Unificada (SISU), ocorrida em 2014. A instituição trocou o seu Processo Seletivo Simplificado (PSV) pelo Sisu com o objetivo de reduzir custos e aumentar as receitas.

No entanto, até hoje, o Ministério da Educação (MEC) não repassou um centavo da contrapartida prometida.

Os recursos deveriam ser enviados via Programa Nacional de Assistência Estudantil para as Instituições de Educação Superior Públicas Estaduais (PNAEST), mas não foi o que aconteceu.

O reitor da Uern, professor Pedro Fernandes, informa que a universidades está apta, desde 2015, a receber R$ 2 milhões por ano, totalizando o montante de R$ 8 milhões que poderiam ter sido aplicados em ações de assistência estudantil.

Apesar da ausência da contrapartida, Pedro Fernandes avalia que a adesão ao Sisu não foi um erro. Ele justifica que todo o ensino médio hoje em dia foca no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e que também houve economia com o fim do PSV. “O custo para elaboração do PSV era em torno de R$ 800 mil, e arrecadávamos de inscrições em torno de R$ 400 mil. A economia com o Sisu é de, pelo menos, R$ 400 mil”, complementa, acrescentando que, mesmo sem o repasse do Pnaest, a Uern ampliou o investimento em bolsas de R$ 20 mil para R$ 600 mil.

Na última quarta-feira (16), o reitor apresentou um panorama geral da Uern à governadora Fátima Bezerra. Perfil do alunado, política de austeridade, orçamento, impacto social, autonomia financeira, projetos estruturantes e o potencial que a Uern agrega em desenvolver diversas parcerias foram alguns dos assuntos tratados.

Enfatizando o aspecto social, Pedro Fernandes citou o perfil do aluno da Uern, formado por 89% de estudantes provenientes da rede pública de ensino. “A Uern possibilita que esse aluno mais carente tenha acesso ao ensino superior. Temos 78,9% dos estudantes na faixa salarial de 0 a 2 salários mínimos, além disso, apenas 16% das mães e 8% dos pais de nossos estudantes têm ensino superior”, exemplificou Pedro Fernandes, justificando a política de assistência estudantil implantada na Uern, com a oferta de bolsas que auxiliam na permanência do aluno.

Sobre o aspecto financeiro, Pedro Fernandes ressaltou que em 2018 o percentual da Uern no Orçamento do Estado foi de apenas 2,32%. O reitor ainda falou sobre o projeto de autonomia financeira da Uern, construído e discutido coletivamente nas instâncias universitárias e enviado ao Governo do Estado.

Reiterando o valor da universidade para o RN, Fátima destacou que é de suma importância ter a Uern cada vez mais próxima do Governo e agradeceu o apoio. "Eu sei que conto com a compreensão de vocês, estamos vivendo tempos de economia de guerra. Estamos 'catando moeda' para restabelecer o equilíbrio e a normalização dos pagamentos dos servidores, trazer o Estado para o limite da responsabilidade fiscal", destacou a chefe do Executivo estadual.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

CHUVA EM ALEXANDRIA CHEGA A 55mm

Chuva que caiu em Alexandria da noite de ontem (17) à madrugada de hoje (18) variou entre 53 a 55mm. Com a chuva vieram fortes rajadas de vento.

*Alzira Carlos/Lombardi Mendes

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

FILHA INJETA VENENO PARA CARRAPATO EM MEDICAMENTO E MATA O PAI AO VISITA-LO EM UTI

A equipe médica relatou à polícia que o tubo do soro havia mudado de cor e um odor diferente pairava no ar. Uma seringa e o frasco do veneno foram encontrados na lixeira próximo ao leito. A equipe da UTI desconfiou do comportamento da mulher quando o pai começou a passar mal, e ela foi presa em flagrante. Ela confessou o crime e disse à polícia que comprou veneno para injetar no pai porque considerava que ele estava em sofrimento.

O material foi recolhido pelos peritos do Itep-RN (Instituto Técnico-Científico de Pericia do Rio Grande do Norte). “A acusada contou que pensou em desistir, mas foi em frente porque acreditava que o pai queria morrer”, disse o delegado.
O homem era portador do vírus HIV e tinha tuberculose. O corpo da vítima foi trasladado para o ITEP-RN para ser submetido à necropsia. O exame vai apontar, oficialmente, o que causou a morte.
A filha foi indiciada por homicídio qualificado pela falta de defesa da vítima e deve ser transferida para uma unidade prisional do Rio Grande do Norte nesta quarta-feira.
*Fonte: O Mossoroense
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...